quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Preparativos

Tem sido uma semana ocupadíssima. Depois de ter organizado os apontamentos para o exame de filosofia das ciências, ainda não fui capaz de me sentar calmamente para estudar para o meu último exame. No colégio, para além das aulas, estamos a preparar as coisas para o encontro ibérico de Taizé e para a visita, de amanhã, do senhor D. Manuel. Ele virá encontrar-se com os mais de cem jovens que vão fazer o caminho de S. Tiago e, na eucaristia, abençoá-los-á como peregrinos. Na sexta, realizaremos uma oração Taizé na capela, pelas 21,30h, aberta a toda a comunidade educativa. Hoje, decoramos a capela ao estilo de Taizé com a preciosa ajuda de alguns colegas e dos alunos inscritos no encontro. É bonito ver como tanta gente está envolvida neste encontro, até os meninos do pré-escolar estão a fazer um mural de boas vindas e os da primária estão a preparar panos indicadores do encontro e setas para ajudar os participantes exteriores a chegarem ao colégio. Enfim, uma comunidade envolvida. O tempo escasseia, mas não podemos fugir ao momento. Que os dias que se aproximam nos ajudem a escutar o sentido e o sabor dos sinais.

2 comentários:

AVC disse...

Amigo Fernando,

Como sempre podemos ler-te nessa tua azáfama de realizar coisas. Nós, que seguimos os teus escritos, só podemos constatar que deves ser uma pessoa profundamente empenhada com a vida.

Possa, o correr dos dias, continuar a ajudar-te a escutar o sentido de tudo o que realmente importa.

Um abraço do Alírio

Fernando Mota disse...

Obrigado Alírio. Procurar o som dos dias e o seu sabor é uma postura de todo o inquieto, de todo a pessoa, de cada um de nós. É bom ter amigos que nos lêem porque isso também nos empenha cada vez mais. Um abraço