segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Adeus. Fim

Esta é a última mensagem que deixo neste espaço. Tenho estado à espera do dia 17 de Outubro para o fazer porque nesse dia este «olhar sobre os dias» faz dois anos de existência, mas na verdade não se justifica deixar passar o tempo só para chegar a essa data e nada dizer aos meus leitores que por aqui passam em busca de novidades e nada. Deixarei o blogue on-line por uns tempos porque gostaria de guardar alguns textos que escrevi de que gosto bastante e não tenho tido muito tempo para o ir fazendo.
São três as razões que me levam a encerrar este local de encontro. Primeiro, porque tornou-se mais uma obrigação do que um prazer. E quando assim é, pelo menos para mim, deixa de ter significado. Quando o comecei, escrevia porque tal era uma necessidade íntima, visceral. Estava desempregado, a começar um novo curso, precisava de um espaço em que fosse escutado e de encontro com amigos e família. Hoje as coisas estão, graças a Deus e a alguns amigos, muito diferentes e, por isso, aquela necessidade dissipou-se.
A segunda razão é consequência daquela: hoje tenho muito menos tempo para aqui vir. As aulas, o crescendo de responsabilidades no colégio, o mestrado a que me tenho rapidamente que me dedicar, os manuais de EMRC e o aumento da família, a quem quero dar o máximo de tempo possível, impedem-me de dar a este blogue uma presença que não consigo.
Finalmente, fui-me apercebendo que este espaço foi por vezes (poucas, espero) ou fonte de mal entendidos ou de processos de intenções ou de constrangimentos pessoais e institucionais. Nunca tive essa intenção, afinal foi um pessoal, despretensioso e inócuo blogue onde coloquei reflexões pessoais que nunca tiveram a pretensão nem de ser lei, nem verdade absoluta, nem ajustar contas com nada nem com ninguém e, muito menos, de prejudicar alguém.
Àqueles que aqui vieram com coração limpo, com amizade, com interesse intelectual e com sã curiosidade (e muitos nunca os conheci pessoalmente) aqui fica o meu mais profundo agradecimento pela visita, pela leitura e por alguns comentários. Segundo o Blogger o meu perfil teve 1462 visitas. Segundo o Site Meter, que coloquei muito depois de colocar o blogue on-line, tive 17.557 visitas e 25.374 Page Views. São números, valem o que valem, podem até ser pouco fiáveis, mas sei que muitas destas visitas foram verdadeiros actos de amizade e de liberdade de expressão e de pensamento. E isso não tem preço.
Muito obrigado a todos e até sempre pelos bailes da vida.

17 comentários:

Alírio Camposana disse...

Amigo Fernando,

Regressa ao blog quando quiseres e puderes.

Sabes, entendo muito bem esse teu problema da "obrigação" mas, e isto tem a ver com a experiência que também vou tendo destas lides, vão-te acontecer momentos de necessidade de comunicares o que te vai na alma. Aí vais sentir falta do blog. De qualquer modo, respeitamos a tua decisão e força nesses desafios todos que tens pela frente!

Um abraço do Alírio

Fernando Mota disse...

Obrigado pela tua amizade e pelas tuas visitas e palavras. Sim, é provável que volte a sentir tal necessidade. Se assim for serás dos primeiros a receber notícias. Um forte abraço.

ALEX disse...

Olá…
A vida é feita de momentos, de sensações…
Em cada um desses momentos, temos a oportunidade de fazer pequenas mas grandes realizações, descobrir simples mas especiais sensações, conhecer pessoas humildes mas de coração imenso, cuja intensidade da presença nos fará recordá-las com saudade por toda a nossa vida…
Sou uma das pessoas que tem a felicidade de conhecer o Fernando pessoalmente, numa outra fase da sua vida… Infelizmente (para a maioria dos que o rodeavam) durou pouco e ainda hoje se nota um vazio… no entanto, sou daqueles que reza para que ele seja o mais feliz possível pois é merecedor dessa dádiva de Deus.
Fui espreitando o blogue… Tenho pena que ele fique por aqui mas entendo muito bem esta decisão.
Fica uma palavra de apreço e gratidão, e ainda a esperança de um regresso o mais breve possível.

Abraço
Alexandre

Fernando Mota disse...

Caro Alexandre muito obrigado pelas tuas palavras, pelas tuas memórias (nem sempre a memória dos homens é curta) e, principalmente, pela tua oração. Sei que te devo um café. Não me esqueço. E há-de chegar o dia. Abraço

Mira disse...

Olá,
Mais uma vez ficamos sem ti!
Agora... já nem a uma distância de um clik.
Mas fico feliz por saber que estas feliz, e que a tua vida se encaminhou da melhor forma possível. Cheia de vivências, acontecimentos marcantes e principalmente repleta de sucessos já conquistados e muitos que virão. Tu mereces...
Obrigada!

Até um dia destes,
Mira

Fernando Mota disse...

Não faltarão oportunidades no futuro, quem sabe em diferentes circunstâncias. Fico muito feliz e agradecido com as tuas palavras e com a tua alegria com a minha felicidade e sucesso. E isso é uma bonita prova de amizade. Obrigado.

Dinny disse...

teus escritos sao excelentes.
minha opinião é que nao deves excluir o blog.
e nao faças das postagens uma obrigaçao.venha quando quiser e puder,mas quando sentir vontade, tens um espaço onde podes compartilhar o que desejares. o que já está postado pode lhe servir em outro tempo e servir a outros tambem.
abraços

Fernando Mota disse...

Muito obrigado pelas suas palavras. É um prazer enorme saber que, sem a conhecer pessoalmente, reconhece importância às minhas palavras.

HUMBERTO disse...

Olá Fernando

Deves te recordar de mim sou o Pereira da Silva ou melhor o " engenheiro " !
Gostei bastante de ler os teus sentidos de espirito ( já sabes que eu não vou muito coma s almas " , e deves te lembrar tal como eu das nossas diferenças de opinião sobre o que ar eligião deveria e não deveria ser Um grande abraço e tudo de bom nesta nova tua missão de pai e professor ! Até breve

HUMBERTO disse...

Olá Fernando

Ainda deves te lembrar de mim sou o Pereira da Silva ou melhor no "engenheiro" , fiquei surpreendido por só agora ter detectado o teu blog mas mais vale tarde que nunca. Ainda te deves lembrar das nossas suadaveis trocas de impressões sobre o que a religião deveria ou não deveria ser
e quase vinte anos depois penso eu que as minhas convicções se mantem firmese sem necessidade de alterar
Desde já desejo as maiores felicidades nas tuas novas funções de PAI e Professor.Pai vai em maisculas mas não é por acaso ...
Um forte abraço do amigo de sempre

João Amorim disse...

Tenho pena da sua desistência. Gostava de vir aqui ler e usufruir da sua sensibilidade.

O melhor para a sua vida pessoal e profissional.

Sonhador disse...

Parabens pelo seu Blog, irei te seguir,

Seja membro do Meu: www.saudedferro.blogspot.com

Abraços

Marivan disse...

passando para dar uma conferida nas novas postagens,
abçs e tenha uma ótima semana,
Marivan

Blog Católico do Leniéverson disse...

Olá, Boa tarde, a paz de Cristo.Eu me chamo Leniéverson e tenho um blog católico também.Gostaria que este blog siga o meu, que é sobre apologética.
http://lennyjornalistacatolico.blogspot.com

samuk disse...

Amigo,li sua última mensagem de despedida.Embora não te conheço,mas vc parece ser hiper legal.Se puder dar uma força na divulgação do meublog recem-nascido,agradeço:http://jeovaeamor.blogspot.com/

Mimo disse...

Olá!

Por obra do destino vim parar ao teu espaço.
Tocas pela tua coragem, pela tua ansia de liberdade,...

Um grande bem-haja!

Nota: sou de STS, por isso mais fortes de tornam as tuas palavras/sentimentos.

Maria

Aux. Irmão Brayan disse...

Venha para Jesus Cristo!